Uma Estética Que Confunde E Encanta

Uma Estética Que Confunde E Encanta

Num cenário onde a linha entre o real e o virtual se dissipa, e a presença digital alcança dimensões extraordinárias, Trompe-l’oeil na Moda, uma tendência de moda ressurge com vigor entre fashionistas e celebridades.

O Trompe-l’oeil, expressão francesa que traduzida significa “engana os olhos”. 

Esta técnica de estamparia confere um efeito visual tridimensional às roupas, criando ilusões de ótica.

Trompe-l’oeil na Moda

A estética do trompe-l’oeil, em sua essência, imita a silhueta do corpo humano, proporcionando ilusões sobre contornos e formas, desde seios e bumbum até ondas de calor. 

Avanços tecnológicos na estamparia tornaram essas ilusões cada vez mais realistas e de alta definição.

Surpreendentemente, essas criações têm a capacidade não apenas de enganar os olhos, mas também os algoritmos das redes sociais, programados para censurar nudez e mamilos femininos. 

Em alguns casos, as peças conseguem driblar essa censura, permitindo que celebridades como Anitta, Camila Queiroz e Bruna Marquezine compartilhem seus looks “ousados” sem restrições.

Trompe-l'oeil fashion
Trompe-l’oeil fashion

Realidade, Irrealidade e Surrealismo na Moda

Dentro do universo fashion, a fascinação por essas peças encontra inspiração em fontes diversas. 

A estilista italiana Elsa Schiaparelli, conhecida por sua abordagem surrealista, utilizava amplamente recursos semelhantes em suas criações revolucionárias. 

Jean Paul Gaultier, o renomado estilista francês dos anos 1990, desempenhou um papel fundamental na popularização do trompe-l’oeil. 

Suas icônicas peças não apenas imitavam formas do corpo de esculturas gregas, mas também simulavam roupas com linhas de diferentes diâmetros, explorando desenhos geométricos e coloridos que remetiam às ondas de calor. 

Gaultier também ficou marcado por uma coleção inspirada na obra do pintor húngaro Victor Vasarely, uma figura proeminente na Op Art.

Controvérsias e Empoderamento Feminino

Apesar das controvérsias, o trompe-l’oeil não deixa de ser um manifesto feminino. 

A ideia subjacente é que as mulheres têm o poder de decidir o que fazer com seus próprios corpos, incluindo a escolha de exibi-los quando, como e onde desejarem, mesmo que seja de forma não literal. 

Esse movimento é um gesto de coragem e ousadia, reivindicando o direito das mulheres de fazerem escolhas sobre seus corpos. 

Em meio à era dos nudes, pode haver uma pitada de exibicionismo e estratégias de marketing para aqueles que buscam audiência. 

No entanto, a essência está na liberdade de se vestir para expressar algo ou simplesmente deixar o espectador decidir. Em última análise, a decisão é sua.

Leia Também:

Acessórios de Moda Feminina: Elegância que Nunca Sai de Moda

5 Tendências de Moda Jeans Feminino

Dicas de Moda Praia Feminina

Guia de Moda Feminina: Roupas Para Cada Ocasião

Trompe-l’oeil

Referências:

O trompe-l’oeil na moda: um recurso estético que engana e encanta”, por Maria Fernanda de Camargo, publicado no site Revista Elle em 2021.

Trompe-l’oeil na Moda: Uma Estética que Engana e Encanta”, por Ana Carolina Cunha, publicado no site Revista Vogue em 2018.
O trompe-l’oeil na moda: uma estética enganadora e sedutora”, por Gabriela Cordeiro, publicado no site Revista Marie Claire em 2022.

Adriano Drinko

Adriano Drinko

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Cortina para Sala

Cortina para Sala

Cortina para sala é um elemento essencial para quem busca unir funcionalidade e estética na decoração do ambiente. Além de controlar a entrada de luz, essas peç...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.